Governo Provincial do Zaire
Cultura

Carnaval dançado sob signo de " Diversificação da economia nacional"

O grupo carnavalesco “ Unidos do Nzeto” foi o vencedor desta edição ao totalizar 482 pontos, e receberá 600 mil Kwanzas de prémio, ao passo que o grupo “ União de Mangueira” de Mbanza Congo ficou na segunda posição com 464 pontos e terá direito a 500 mil Kwanzas.

A agremiação “ Unidos do Cuimba”, que obteve 396 pontos, classificou-se na terceira posição e tem direito a 400 mil Kwanzas.

Na categoria infantil, que contou apenas com a participação de grupos carnavalescos do município de Mbanza Congo, sagrou-se vencedor o conjunto “ Bloco Vermelho”, do bairro 11 de Novembro, ao somar 460 pontos e vai receber 300 mil Kwanzas.

Na segunda posição ficou o grupo carnavalesco “ Sagrada Esperança", também de Mbanza Congo, com 405 pontos e tem direito a 200 mil Kwanzas, enquanto o terceiro lugar recaiu à formação carnavalesca “ Ngangula”, que obteve 402 pontos e receberá 100 mil Kwanzas.

A edição 2015 do Entrudo na província foi ganha pelo grupo “ Força Jovem do Reino do Congo", de Mbanza Congo, enquanto na categoria infantil venceu a agremiação “ Yala-a-Nkuwu”.

Os grupos concorrentes, sete na categoria infantil e o mesmo número em adultos, sublinharam nas peças teatrais e canções interpretadas a aposta na agricultura, pescas e em outros sectores produtivos como a chave para debelar a actual crise financeira derivada pela quebra do preço de petróleo, principal fonte de receitas para o país, no mercado internacional.

“ Deixemos de depender apenas do petróleo e vamos apostar na agricultura e nas pescas para combatermos a fome e a pobreza e diversificarmos as nossas fontes de arrecadação de receitas”, ouvia-se nos cânticos e mensagens lidas durante o desfile dos grupos concorrentes.

Algumas agremiações trouxeram ao desfile diversos produtos do campo, pescado e outros como prova daquilo que pode ser produzido para se diversificar a fonte de receitas, reduzir as importações e combater a fome e pobreza.

O desfile que foi testemunhado pelo governador provincial, José Joanes André, e por outros membros do governo provincial e população, contou com a participação de representantes dos municípios do Nzeto, Cuimba, Tomboco e Nóqui.

ANGOP

Galeria de Imagens